Cantar a Liturgia

10. CANTO DA PREPARAÇÃO DAS OFERENDAS 

O rito da apresentação dos dons do pão e do vinho normalmente vem acompanhado de um canto que, dependendo do momento em que é executado, podemos chamá-lo de: “canto da procissão das oferendas”, quando se faz a procissão dos dons; “canto da preparação das oferendas”, quando não há procissão, mas apenas a preparação da mesa e dos dons para a Eucaristia; “canto da apresentação das oferendas” quando aquele que preside canta a oração da bênção: “Bendito sejais, Senhor Deus do universo, pelo pão…, pelo vinho…”. 

Como se pode observar, não usamos o antigo termo “ofertório”. De fato, o rito da apresentação das oferendas tem um caráter mais funcional, ou seja, é uma espécie de prelúdio para o grande ofertório que acontecerá durante a oração eucarística. 

Convém, igualmente, lembrar que o canto das oferendas não é o mais importante dentro da liturgia eucarística. O missal romano nem sequer traz os textos das antífonas, como o faz na abertura (antífona da entrada) e na comunhão (antífona da comunhão). 

Contudo, se quisermos entoar um canto que combine com o momento ritual da preparação e apresentação dos dons, devemos ter bem claro que este canto tem como principal objetivo criar um ambiente de alegria, de partilha, de louvor. Em outras palavras, o canto deverá sensibilizar os fiéis para a generosidade e a gratuidade, uma vez que a mesma assembleia ali reunida em nome de Cristo, no Espírito, apresenta ao Pai todos os seus dons, simbolizados no pão e no vinho. Aliás, o texto do canto em questão não precisa, necessariamente, falar de pão e de vinho ou de oferecimento. E mais, os salmos continuam sendo uma boa opção. Melhor ainda quando emoldurados por um refrão que contemple o tempo do ano litúrgico ou a festa. 

 

Fr. Joaquim Fonseca, ofm – Fonte: Folheto O Domingo

Gostou do nosso site, compartilhe...

Coral Infantil - Daniela

Sou uma pessoa feliz! Amo muito a Deus, Amo a vida e dela sou aprendiz; Mas, como qualquer um, possuo imperfeições; Os caminhos desta vida ainda não sei de cor; Pelo menos busco, a cada dia, tornar-me alguém melhor. Tenho orgulho de ser quem eu sou, sou Professora e atualmente desenvolvo um trabalho de Evangelização com crianças de 5 a 10 anos através da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *