Papa escreve carta pelos 650 anos de Nossa Senhora de Bonária

Carta foi endereçada ao povo de Cagliari, na região da Sardenha

Da redação, com Vatican News

A Igreja em Cagliari está vivendo a “feliz circunstância” das comemorações do Ano Jubilar Extraordinário, para comemorar os 650 anos da chegada da venerada imagem de Nossa Senhora de Bonária. Com a carta, Francisco se une espiritualmente a toda a comunidade eclesial, em particular aos Padres Mercedários que custodiam, com amor, o ícone venerado da “Senhora que veio do mar” (Nossa Senhora da Candelária), em 1370.

Leia também
.: Ângelus com o Papa em Cagliari
.: Em visita a Cagliari, Papa encontra trabalhadores

Santuário, memória da graça celestial

Na missiva endereçada ao arcebispo de Cagliari, dom Giuseppe Baturi, o Papa lembra que a “visita” de Maria “mudou a face espiritual e civil de Cagliari e de toda a Sardenha”, que desde 1370 transformou gradualmente o Santuário de Bonária “na cidadela da oração, centro de ação do Evangelho, lugar de muitas graças e conversões, baluarte da piedade mariana, para o qual aqueles que sobem a colina de mesmo nome olham com fé”.

“É um lugar”, escreve Francisco, “que permaneceu ao longo dos séculos como uma lembrança da graça celestial: a montanha é um lugar privilegiado, segundo a tradição bíblica, de encontro com Deus, oásis de silêncio para ouvir sua voz que, como uma brisa suave, fala ao coração dos humildes de coração a fim de confortá-los e torná-los mensageiros de esperança entre seus irmãos”.

O Senhor também fala hoje através de Nossa Senhora de Bonária

O Papa ressalta que o Senhor também fala hoje “à humanidade, que precisa reencontrar o caminho da paz e da fraternidade, através da mensagem de Nossa Senhora de Bonária. Que seus numerosos devotos deem a todos um testemunho válido, através de uma adesão cada vez mais firme a Cristo e uma doação generosa aos irmãos, especialmente os mais necessitados”.

Com essa esperança, ao recordar também a alegria vivida na peregrinação a Bonária em 22 de setembro de 2013, o Papa conclui sua carta, invocando toda “graça desejada” para a Ilha e sua Igreja, de maneira especial para os doentes, sofredores e toda situação de dificuldade.

A gratidão do arcebispo

Em resposta às palavras do Papa, o arcebispo partilhou a alegria de toda a comunidade agradecendo ao Santo Padre por seu pensamento paterno que chegou “num momento de sofrimento e preocupação por causa da difusão da nova epidemia viral”.

O post Papa escreve carta pelos 650 anos de Nossa Senhora de Bonária apareceu primeiro em Notícias.

;
Matéria retirada do Site: Noticias do Vaticano por papa.cancaonova.com

Gostou do nosso site, compartilhe...
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
INSTAGRAM

Pastoral da Comunicação Santa Terezinha

Missão: “Testemunhar e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo”. A Pastoral da Comunicação testemunha e anuncia o Evangelho de Jesus Cristo, promovendo a comunhão e a participação ativa no processo comunicacional e consolidando a missão da Igreja por meio da comunicação. Definição: “É a pastoral do ser e estar em comunhão com a comunidade. É a pastoral da acolhida, da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária e do planejamento democrático do uso de recursos e instrumentos de comunicação” (doc. 75 – Igreja e Comunicação -  CNBB) A Pastoral da Comunicação é o organismo que deve aproximar-se dos meios de Comunicação e colocá-los a serviço da divulgação da mensagem de Cristo, proclamando a partir dos telhados (cf MT. 10, 27; Lc 12,3) a mensagem da qual é depositária. E João Paulo II vem confirmar este anseio da Igreja quando diz que “não é suficiente usar os meios de comunicação para difundir a mensagem cristã e o Magistério da Igreja, mas é necessário integrar a mensagem nesta “nova cultura”, criada pelas modernas comunicações... Com novas linguagens, novas técnicas, novas atitudes psicológicas”. (Redemtoris missio). Objetivo Geral: As diretrizes da Pascom têm como objetivo principal consolidar a missão da Igreja por meio da comunicação. Organizar e animar a Pastoral da Comunicação, para que ela seja um instrumento eficaz e ajude permanentemente as paróquias e, por conseguinte a diocese a cumprir sua missão de anunciar a Cristo de modo planejado. O fortalecimento do processo dialógico enaltece qualidades existentes na comunidade como a acolhida, o amor fraternal e a compreensão da complexidade das relações pessoais e a superação dos desafios, tornando comum as diferenças e assumindo em conjunto o projeto evangélico da instalação do Reino de Deus entre nós. O Sistema Pascom de Automatização de Mensagens, foi desenvolvido plenamente para que nossos paroquianos tenha sempre a mão as notícias mais atualizadas possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *