Papa quer a opinião dos jovens para o próximo Sínodo dos Bispos

Reunião pré-sinodal acontece de 19 a 24 de março e contará com a participação de 315 jovens, sendo cinco deles brasileiros

Da redação, com CNBB

O próximo Sínodo dos Bispos está agendado para acontecer outubro. E o Papa Francisco quer saber a opinião da sociedade e dos jovens, numa reunião pré-sinodal que acontece de 19 a 24 de março, em Roma. Serão convidados para esta reunião 315 jovens, sendo cinco deles brasileiros.

Entre os representantes brasileiros, há três indicados pela Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e outros dois convocados por meio de outras entidades eclesiais.

Foram escolhidos Juliene Barros, participante do movimento Milícia da Imaculada e membro da Equipe Nacional de Comunicação da Pastoral Juvenil ― Jovens Conectados; Davi Rodrigues, secretário nacional da Pastoral da Juventude (PJ) e representante das Pastorais da Juventude na Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional; e Ariany Leite, da Juventude Missionária Redentorista e representante das congregações religiosas na Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional.

Além dos indicados pela CNBB, também foram convocados Lucas Galhardo, que representará o Movimento Apostólico de Schoenstatt Internacional, e Leon Souza, assessor nacional da Cáritas Brasileira para a área de atuação de infância, adolescência e juventude e membro do Fórum de Jovens da Cáritas Internationalis.

Leia mais
.: Através de questionário online, jovens contribuirão com sínodo dos bispos

“O processo que se estabelece para realizar um sínodo envolve muita gente e principalmente aqueles cujo o tema atinge mais de perto, ou seja, são destinatários primeiros”, comenta o assessor da Comissão para a Juventude da CNBB, padre Antônio Ramos do Prado.

A designer Juliene Barros, que coordena a equipe dos Jovens Conectados, é de São Bernardo do Campo (SP) e participa da Milícia da Imaculada. Para ela, será “uma alegria e uma grande responsabilidade” representar a juventude do Brasil na reunião pré-sinodal, “pois a nossa juventude é muito diversa, e ao mesmo tempo, sofre com as diversas problemáticas sociais e familiares”.

Juliene destaca o trabalho desenvolvido nos Jovens Conectados, a equipe de comunicação da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB: “O nosso trabalho é ser um caminho de comunicação e de evangelização para as diversas expressões juvenis do Brasil, muitos jovens já se motivaram e compreenderam a sua vocação através dos testemunhos e conteúdos que publicamos”.

O Sínodo de 2018, que é a XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, terá como tema “Os jovens, a fé, e o discernimento vocacional”. Este encontro com jovens de todo o mundo é organizado pela Secretaria Geral do Sínodo em colaboração com o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida. Ele contará com a presença de jovens de outras religiões e também ateus.

Toda a mobilização tem a intenção de saber o que pensam de si mesmos e dos adultos; como vivem a fé e que dificuldades encontram sendo cristãos, como programam suas vidas e que problemas encontram no discernimento de sua vocação, como veem a Igreja hoje e como gostariam que fosse, de acordo com entrevista do cardeal Lorenzo Baldisseri, responsável pela Secretaria do Sínodo.

Participação

Será possível aos jovens do mundo inteiro participarem das discussões da reunião pré-sinodal através das redes sociais. Estarão dispostos em Roma voluntários para receber contribuições a partir de grupos linguísticos (português, inglês, espanhol, francês, italiano e alemão) em grupos do Facebook. Este é o link do grupo em Português e as orientações para a participação.

“Nós estamos aqui para escutar. Eles devem nos fazer sugestões, dizer o que pensam, o que querem, de maneira que os padres sinodais, em outubro, tenham uma base sobre a qual refletir e fazer um trabalho pastoral a se apresentar a todo o mundo, sobretudo com respeito por aqueles que não estão na Igreja, mas fora dela, para o bem da sociedade e da humanidade”, afirmou o cardeal Baldisseri.

Mais informações sobre o Sínodo: http://www.synod2018.va

O post Papa quer a opinião dos jovens para o próximo Sínodo dos Bispos apareceu primeiro em Notícias.

;
Matéria retirada do Site: Noticias do Vaticano por papa.cancaonova.com

Gostou do nosso site, compartilhe...

Pastoral da Comunicação Santa Terezinha

Missão: “Testemunhar e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo”. A Pastoral da Comunicação testemunha e anuncia o Evangelho de Jesus Cristo, promovendo a comunhão e a participação ativa no processo comunicacional e consolidando a missão da Igreja por meio da comunicação. Definição: “É a pastoral do ser e estar em comunhão com a comunidade. É a pastoral da acolhida, da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária e do planejamento democrático do uso de recursos e instrumentos de comunicação” (doc. 75 – Igreja e Comunicação -  CNBB) A Pastoral da Comunicação é o organismo que deve aproximar-se dos meios de Comunicação e colocá-los a serviço da divulgação da mensagem de Cristo, proclamando a partir dos telhados (cf MT. 10, 27; Lc 12,3) a mensagem da qual é depositária. E João Paulo II vem confirmar este anseio da Igreja quando diz que “não é suficiente usar os meios de comunicação para difundir a mensagem cristã e o Magistério da Igreja, mas é necessário integrar a mensagem nesta “nova cultura”, criada pelas modernas comunicações... Com novas linguagens, novas técnicas, novas atitudes psicológicas”. (Redemtoris missio). Objetivo Geral: As diretrizes da Pascom têm como objetivo principal consolidar a missão da Igreja por meio da comunicação. Organizar e animar a Pastoral da Comunicação, para que ela seja um instrumento eficaz e ajude permanentemente as paróquias e, por conseguinte a diocese a cumprir sua missão de anunciar a Cristo de modo planejado. O fortalecimento do processo dialógico enaltece qualidades existentes na comunidade como a acolhida, o amor fraternal e a compreensão da complexidade das relações pessoais e a superação dos desafios, tornando comum as diferenças e assumindo em conjunto o projeto evangélico da instalação do Reino de Deus entre nós. O Sistema Pascom de Automatização de Mensagens, foi desenvolvido plenamente para que nossos paroquianos tenha sempre a mão as notícias mais atualizadas possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *