Papa ressalta preocupação com a realidade dos povos da Síria e Iraque

Santo Padre pediu que a comunidade internacional não se esqueça das necessidades das vítimas que sofrem com os conflitos na região

Da Redação, com Boletim da Santa Sé 

O Papa Francisco recebeu em audiência nesta sexta-feira, 14, os participantes do VI Encontro de coordenação dos organismos de caridade católicos que atuam no Iraque, Síria e países vizinhos. A reunião é promovida pelo órgão vaticano para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, em colaboração com a Secretaria de Estado e a Congregação para as Igrejas Orientais, em 13 e 14 de setembro. 

Francisco destacou que a situação das populações na Síria, no Iraque e nos países vizinhos continua a ser preocupante. “Todos os dias, na oração, levo diante do Senhor os sofrimentos e as necessidades das Igrejas e dos povos daquelas amadas terras, bem como daqueles que fazem o melhor para ajudá-los”. 

O Santo Padre alertou sobre o risco de que a presença cristã seja apagada justamente na terra a partir de onde se propagou no mundo a luz do Evangelho. E lembrou o trabalho da Igreja, junto às Igrejas irmãs, para garantir um futuro a essas comunidades cristãs. 

Confira também
.: Papa Francisco volta a pedir paz para a Síria durante a oração do Angelus

“O testemunho de amor com que a Igreja escuta e responde ao grito de ajuda de todos, a partir dos mais frágeis e pobres, é um luminoso sinal para o presente e uma semente de esperança que germinará no futuro”. 

Entre as iniciativas promovidas pelos organismos caritativos, Francisco citou o auxílio no retorno das comunidades cristãs para a Planície de Nínive, no Iraque, bem como a assistência médica aos vários doentes pobres na Síria, em particular através do projeto “Hospitais Abertos”.

O Papa deixou ainda um apelo à comunidade internacional:  “não esquecer as tantas necessidades das vítimas dessa crise mas, sobretudo, superar a lógica dos interesses e colocar-se a serviço da paz colocando fim à guerra”. 

Francisco concluiu seu discurso encorajando os envolvidos a um renovado empenho em favor do retorno seguro dos deslocados às suas casas. “Ser instrumentos de paz e de luz: é o que desejo a cada um de vocês. Do fundo do coração: obrigado por tudo aquilo que fazem todos os dias, junto a tantos homens e mulheres de boa vontade”. 

O post Papa ressalta preocupação com a realidade dos povos da Síria e Iraque apareceu primeiro em Notícias.

;
Matéria retirada do Site: Noticias do Vaticano por papa.cancaonova.com

Gostou do nosso site, compartilhe...

Pastoral da Comunicação Santa Terezinha

Missão: “Testemunhar e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo”. A Pastoral da Comunicação testemunha e anuncia o Evangelho de Jesus Cristo, promovendo a comunhão e a participação ativa no processo comunicacional e consolidando a missão da Igreja por meio da comunicação. Definição: “É a pastoral do ser e estar em comunhão com a comunidade. É a pastoral da acolhida, da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária e do planejamento democrático do uso de recursos e instrumentos de comunicação” (doc. 75 – Igreja e Comunicação -  CNBB) A Pastoral da Comunicação é o organismo que deve aproximar-se dos meios de Comunicação e colocá-los a serviço da divulgação da mensagem de Cristo, proclamando a partir dos telhados (cf MT. 10, 27; Lc 12,3) a mensagem da qual é depositária. E João Paulo II vem confirmar este anseio da Igreja quando diz que “não é suficiente usar os meios de comunicação para difundir a mensagem cristã e o Magistério da Igreja, mas é necessário integrar a mensagem nesta “nova cultura”, criada pelas modernas comunicações... Com novas linguagens, novas técnicas, novas atitudes psicológicas”. (Redemtoris missio). Objetivo Geral: As diretrizes da Pascom têm como objetivo principal consolidar a missão da Igreja por meio da comunicação. Organizar e animar a Pastoral da Comunicação, para que ela seja um instrumento eficaz e ajude permanentemente as paróquias e, por conseguinte a diocese a cumprir sua missão de anunciar a Cristo de modo planejado. O fortalecimento do processo dialógico enaltece qualidades existentes na comunidade como a acolhida, o amor fraternal e a compreensão da complexidade das relações pessoais e a superação dos desafios, tornando comum as diferenças e assumindo em conjunto o projeto evangélico da instalação do Reino de Deus entre nós. O Sistema Pascom de Automatização de Mensagens, foi desenvolvido plenamente para que nossos paroquianos tenha sempre a mão as notícias mais atualizadas possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *