Presidente da Coreia do Sul será recebido pelo Papa

No encontro, presidente da Coreia do Sul deve transmitir ao Papa mensagem do presidente da Coreia do Norte 

Da redação, com Vatican News

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in/ Foto: Reprodução Reuters

O Papa Francisco receberá o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, no dia 18 de outubro, no Vaticano. A informação foi confirmada nesta terça-feira, 9, por Greg Burke, diretor da sala de imprensa da Santa Sé.

Burke informou ainda que, um dia antes da visita, na quarta-feira, 17, o Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, presidirá uma Missa pela Paz pela península coreana, na Basílica de São Pedro, em Roma, da qual o presidente Moon participará.

O porta-voz oficial do presidente da Coreia do Sul, Kim Eui-kyum, enquanto anunciava o encontro oficial do presidente Moon e o Papa, informou que o presidente Moon enviará a Francisco uma mensagem do presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un. De acordo com o porta-voz, uma parte da mensagem de Kim Jong-un ao Papa diz que se ele visitar Pyongyang será recebido de maneira calorosa.

Francisco e as duas Coreias

O Santo Padre esteve na Coreia do Sul de 13 a 14 de agosto de 2014, quando participou da 6ª Jornada da Juventude Asiática.

À época, o Pontífice dedicou a missa do último dia para a reconciliação da península coreana, exortando que o povo coreano rejeitasse uma “mentalidade de suspeita e confronto” e encontrassem novos caminhos para construir a paz.

O Papa Francisco também apoiou as negociações de paz entre as duas Coreias e entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos.

O post Presidente da Coreia do Sul será recebido pelo Papa apareceu primeiro em Notícias.

;
Matéria retirada do Site: Noticias do Vaticano por papa.cancaonova.com

Gostou do nosso site, compartilhe...

Pastoral da Comunicação Santa Terezinha

Missão: “Testemunhar e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo”. A Pastoral da Comunicação testemunha e anuncia o Evangelho de Jesus Cristo, promovendo a comunhão e a participação ativa no processo comunicacional e consolidando a missão da Igreja por meio da comunicação. Definição: “É a pastoral do ser e estar em comunhão com a comunidade. É a pastoral da acolhida, da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária e do planejamento democrático do uso de recursos e instrumentos de comunicação” (doc. 75 – Igreja e Comunicação -  CNBB) A Pastoral da Comunicação é o organismo que deve aproximar-se dos meios de Comunicação e colocá-los a serviço da divulgação da mensagem de Cristo, proclamando a partir dos telhados (cf MT. 10, 27; Lc 12,3) a mensagem da qual é depositária. E João Paulo II vem confirmar este anseio da Igreja quando diz que “não é suficiente usar os meios de comunicação para difundir a mensagem cristã e o Magistério da Igreja, mas é necessário integrar a mensagem nesta “nova cultura”, criada pelas modernas comunicações... Com novas linguagens, novas técnicas, novas atitudes psicológicas”. (Redemtoris missio). Objetivo Geral: As diretrizes da Pascom têm como objetivo principal consolidar a missão da Igreja por meio da comunicação. Organizar e animar a Pastoral da Comunicação, para que ela seja um instrumento eficaz e ajude permanentemente as paróquias e, por conseguinte a diocese a cumprir sua missão de anunciar a Cristo de modo planejado. O fortalecimento do processo dialógico enaltece qualidades existentes na comunidade como a acolhida, o amor fraternal e a compreensão da complexidade das relações pessoais e a superação dos desafios, tornando comum as diferenças e assumindo em conjunto o projeto evangélico da instalação do Reino de Deus entre nós. O Sistema Pascom de Automatização de Mensagens, foi desenvolvido plenamente para que nossos paroquianos tenha sempre a mão as notícias mais atualizadas possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *